Um site que não é lá.

GC 46 | Preconceitos Bobos

Que atire a primeira pedra aquele que não gostou sem experimentar, julgou sem conhecer ou reprovou sem analisar.
37
GC 46 | Preconceitos Bobos

Que atire a primeira pedra aquele que não gostou sem experimentar, julgou sem conhecer ou reprovou sem analisar. Neste episódio, saiba quais são aqueles pequenos e estúpidos preconceitos que por vezes passam despercebido aos olhos menos atentos. Na cozinha os membros de sempre, Allan PoLLar, Guizaum, J. Simão Neto e Oliver Perez que repudiam, odeiam, julgam e tecem seus habituais comentários sobre o cotidiano e tudo relacionado ao tema.

Saiba ao final desse episódio:

  • Como emagrecer e entrar em forma tomando somente um copo d’agua ao dia;
  • Que esculturas em durepox não são arte;
  • Quem olha torto para usuários de Hiphone e tênis Pluma;
  • Quais são as outras utilidades para um Samsung Galaxy;
  • Como saber o nível de pobreza pela quantidade de chips que o celular comporta;
  • Quem tece seus preconceitos de boa até o momento que se torna o alvo;
  • Como nem sempre é bom ser bem educado.

Para seguir no Twitter:

Mande e-mails para contato.grandecoisa@gmail.com e contato@grandecoisa.com.br e lembre-se de curtir nossa página no Facebook, nosso canal no Youtube e é claro, assinar o feed do nosso programa.

  • sckazinski

    Hm. Eu me lembro da época que eu tinha preconceito com o DiCaprio e com o Brad Pitt, pq achava que eles deviam ser “galãs sem talento”. Que bom que mudei de visão. (Ah, baixando!)

    • Everton Toledo

      Concordo, eu tinha esse mesmo preconceito, até assistir os 12 Macacos… Brad Pitt ta mucho loco nesse filme xD

      • 12 Macacos > qualquer outro.

        • pollar

          Pocoyo > 12 Macacos

          • Oliver Perez

            13 Macacos > 12 Macacos

          • #somostodosmacacos

    • Luis Buttes

      Tinha esse mesmo preconceito com Ben Stiller até assistir Zoolander.

  • rodolfo gutman

    Olá Coisos! Ótimo cast como sempre e com um tema bem atual para mim, vou me explicar: foi citado no cast o Jailbreak, eu tenho preconceito não com quem faz jailbreak mas com indivíduos que pirateiam apps. Meu preconceito bobo é porque estou aprendendo a programar (por conta própria com o auxilio de videos e livros) e percebi a quantidade de trabalho que dá fazer um app, quantas horas ali escovando bits e queimando neurônios. Cara depois disso NUNCA MAIS baixo um aplicativo pirata para computador, tablet ou celular. Passei a dar valor aos desenvolvedores, feedback nos aplicativos e a comentar nos podcast que ouço, sou ouvinte de vocês desde o Nerdrops, só comentei 2 vezes no site e convenhamos que isso é uma vergonha. Imagino a dificuldade que deve ser fazer um cast, ter que gravar no carro (desculpe não aguentei kkk), fazer gambiarras em casa e driblar a a GVT, Net ou Velox para gravar. Por isso estou tentando comentar em todos os cast igual ao Sckazinski, acho que não vou conseguir ser o primeiro. Abraços a todos e que venham mais episódios.

    • Aprendeu porque virou telhado de vidro né. Mas por exemplo Jailbreak não é só pirataria poxa, tem gente que faz apps só pra cydia.

  • FrankCastiglione

    Parabéns pelo podcast pessoal! Ri demais no trecho entre 40:30 e 40:50, puta que o pariu, hahahaha “EITA PORRA!” 🙂

    • É o que acontece quando uma pessoa tirai um chinelo de dentro dos bolsos.

  • Sabem, fiquei o tempo todo com a impressão que um Smurf ranzinza apareceria no meio pra dizer “Eu tenho preconceito contra precoceito”. Excelente episódio. 8)

    • “Eu tenho preconceito com quem diz que tem preconceito contra preconceito”

  • Jhonatan Vieira

    Eae Coisos, tudo certo? Excelente cast (Como sempre)… Eu tenho um preconceito “bobo” com filmes do gênero “Found Footage”, pelo simples motivo de: praticamente TODOS os filmes desse gênero são uma bosta/não dão medo, e/ou seguem a mesma formula (Um lugar amaldiçoado, pesquisadores que querem documentar isso, metade do filme só com balelas, da metade pra frente começa a ter uma ação (Mas nada digno de dar medo), e de vez em quando um final bom). Já cheguei a deixar de assistir filmes com amigos por causa desse preconceito. Enfim, abraços o/

    • Mas você conhece tantos filmes de Found Footage assim?

    • Mas isso não é preconceito, você tem impressões sobre o gênero. Que é uma bosta mesmo, desde o lançamento da Bruxa de Blair.

      Antes disto, o Found Footage teve grandes filmes como o megalovaxfoda “Holocausto Canibal” do magnânimo Ruggero Deodato! Onde uma fita é encontrada e os frames mostram canibais do mal comendo os incautos documentaristas no orifício fecal da Amazônia. O melhor do filme é que ele é um snuff de primeira, com cadáveres de verdade no lugar de bonecos nas cenas de empalamento e os animais reais sendo mortos na frente das câmeras. Obviamente é um filme para quem curte o trash que é banhado a sangue e péssimas atuações.

      E o que mais gosto deste filme é a trilha sonora que inclusive foi usada na abertura do filme “Hobo With a Shotgun” (sim, filme que foi criado após os trailers fake do projeto Grindhouse do Tarantino e Rodriguez). E para quem curte um trash bagaceira com muito sangue e violência e claro com a estética dos anos 80, vejam o Hobo.

      Fica a dica:
      https://www.youtube.com/watch?v=FYCv7wLcCbg

      • Bruno Gunter, na luta contra o preconceito.

      • Jhonatan Vieira

        Pode ser que seja um preconceito (Pode ser que não, quem sabe?), pois eu já deixei de assistir filmes com amigos apenas por ser Found Footage. (Uma vez cheguei a discutir com um amigo, só por que eu não ia assistir o filme por que era Found Footage) Enfim, não sei se isso é um ponto a mais para o preconceito ou um ponto a menos.

  • Eu tenho preconceito com quem faz podcast sobre preconceitos.

    • Eu tenho preconceito com quem não gosta de podcasts sobre preconceito.

      • Mas falando sério agora.

        Meu preconceito é contra motoristas que possuem fuscas da cor creme, aquela mesma cor das geladeiras de 1970 e nada.

        []s

        • Luis Buttes

          Algo como um pesadelo, creio eu.

  • Lukas Leite

    Eu protesto! Como o Sr.Oliver Perez pode fala da nossa bebida, não, não é uma bebida e sim o néctar dos deuses, a Cajuína, durante toda minha curta vida fui regrado ao mais puro refrigerante de caju aqui na Paraíba, sendo assim o refrigerante indie brasileiro. E por favor não mencionem o irmão gêmeo do mau da Cajuína, o Jesus.

    • Oliver Perez

      Huahuahhuahau. É verdade! Tentaram me empurrar essa para e “JESUS” foi a primeira coisa que clamei no primeiro gole. A parada é água gaseificada liquidificada com o recheio de babaloo tutti frutti

  • Luis Buttes

    Preconceito contra quem compra um carro de R$ 100.000,00 e anda com a lanterna ou farol queimado. Ou compra um BMW ano 2000 e anda com ele batido ou com o motor todo fudido porque não tem dinheiro pra comprar as peças. E preconceito com quem fica parado à esquerda na escada rolante.

  • Kelson Reis

    Bom dia coisos,

    Sou um novo ouvinte do PodCast, acabei de terminar a maratona e gostaria de ressaltar que o Podcast feito por você é qualquer coisa de bom e têm um potencial enorme para fazer eu ter surto de risos no carro. Descobri vocês através da participação de alguém daí no PDG e a partir daí passei a ouvir constantemente. Parabéns pelo trabalho desenvolvido!!!!!

  • Vinícius Simões

    Vocês estão com muito ódio no coração! Meu Motorola tem Android 2 chips e com tudo ativado a bateria dura muito bem. Tenho preconceito com este fã clube da maçã!

    • Allan Pollar

      Shhh… Fala baixinho, pq aqui ser diferente é perigoso… Mas eu já tive dual chip (detalhe: nunca usei o segundo chip) e a bateria dele não durava nada. Só contei a minha experiência, Vinão! hahahahahahahahahha

  • Necrotwi

    AEEEEEEEEEEEEEEEEE não é sobre a copa o///

  • Vitor Urubatan

    Excelente cast, pude dar boas risadas com a zuera em si.
    Acho que no quesito de Nick Name em jogos ou até mesmo em alguns perfis. Eu acabo caindo na discussão rsss.
    As pessoas em geral possuem um preconceito a respeito dos nomes que uso, rsss bom eu não tiro a razão. Mas sempre que a pessoa pergunta com certa ojeriza eu consigo explicar.

    Eu tenho um preconceito bobo no qual eu luto.
    Pessoas muito solicitas e “bondosas” demais.
    Já tive experiências muito erradas com esse tipo de pessoa, tanto que hoje sou vacinado. No meu preconceito bobo a pessoa que tem esse perfil pode ser (como citado no cast) um individuo problemático.

    Procuro manter uma “distância” segura e ficar muito atento com esse naipe de pessoa.

  • bom cast. o nego aqui tem preconceito bobo com quem assopra o café!