Um site que não é lá.

Resenha | Missão Madrinha de Casamento

0
Resenha | Missão Madrinha de Casamento

Você em algum momento da sua vida já viu algum filme de Judd Apatow, ou já ouviu falar de um deles: Ligeiramente Grávidos, Superbad, Ressaca de Amor, Get Him to the Greek, Funny People… Claro que na maioria deles ele foi apenas o produtor ou o roteirista, como no caso de Missão Madrinha de Casamento, que chega aos cinemas após um atraso absurdo e uma semana após o lançamento do Blu-Ray/DVD do filme nos US & A. Nesse filme, Judd Apatow é só o produtor, deixando a cadeira de diretor livre para Paul Feig e Kirsten Wiig (que também é a atriz principal) e Annie Mumolo como roteiristas.

Kirsten Wiig e Rose Byrne numa das cenas mais engraçadas do filme

O filme conta a história de Annie (Kirsten Wiig), que vai ter a sua vida modificada bruscamente depois que a sua inseparável amiga de infância é pedida em casamento. O que parecia sólido se liquidifica, trazendo à tona diversos problemas pessoais de Annie, que não acredita mais no amor, perde o emprego e ainda precisa competir por sua amizade com Helen (Rose Byrne), nova grande amizade da noiva Lilian (Maya Rudolph).

A história é bem simples, como as de todos os filmes em que Judd Apatow esteve envolvido. Mas, nesse caso, a execução do argumento também é. Simples e às vezes previsível. Mas todo chick flick é. A única diferença é que as atuações de Kirsten Wiig e Melissa McCarthy (ganhadora do Emmy por Mike & Molly, quase irreconhecível como Megan, irmã do noivo de Lilian). E quando eu digo previsível, eu estou querendo dizer PREVISÍVEL. Não porque eu já vi milhares de filmes (OK, milhares não, mas eu vi muitos) que eu consigo prever, talvez seja, mas gosto de pensar que não. Mas como eu disse e irei repetir: o elenco deixa tudo melhor. Temos até Jon Hamm (da série Mad Men) fazendo uma ponta hilária.

A noiva e as madrinhas

Claro, que como sempre, o filme, assim como todos os de Judd Apatow, apela para a escatologia. E eu só digo o seguinte, se você tiver estômago fraco, feche os olhos, saia da sala, ou vá ver Glee. E se você for chato para comédias, (a.k.a. eu gosto de Todo Mundo em Pânico) desista de ver o filme. Sério, esse filme não é para você. Fica em casa porque, graças a Kratos, não temos nenhuma comédia merda nos cinemas no momento.

Kirsten Wiig em outra cena hilária do filme

E falando em ser previsível, esse filme teve a piada previsível mais engraçada do ano. Onde… VOCÊS ACHAM QUE EU VOU FALAR?

Um dos problemas do filme, assim como o de quase todos os outros de Judd Apatow é a duração, o filme tem 127 minutos de duração. Isso para uma comédia é muito. Mas ainda sim, vale o ingresso, principalmente se você quer algo leve para assistir. Até porque também temos Premonição 5 e Confiar, e acho que nenhum dos dois são leves, principalmente Premonição. 😀

Missão Madrinha de Casamento é isso, leve, divertido, tem coração, tem um elenco hilário, um roteiro que mesmo simples e previsível, é melhor do que muitos roteiros por aí.

Nota: 7,5