Um site que não é lá.

Resenha | Tormenta de Espadas (Guerra dos Tronos)

0

Prosseguindo a genial saga de George R.R. Martin, iniciada com a Guerra dos Tronos, o livro A Tormenta das Espadas  traz a quem lê um espetáculo de criatividade e ideias geniais. Neste terceiro volume encontramos algo como a resolução do que faltava nos livros antecedentes. Para quem quer ter a coleção em sua cabeceira e acha muito caro comprar todos os volumes novos, sugerimos uma boa pesquisa em sites de anúncios, local onde se pode encontrar preços bem interessantes para o seu bolso, e assim poder ter todos os volumes para você ler e reler quando quiser! Mas vamos conhecer um pouco mais sobre essa aventura que se ambienta no espectro do inverno?

livroPois bem, começamos com o seguinte cenário: Westeros está mergulhada em caos, com cada vez mais disputas pelo trono. Outras emoções virão marcadas através de diversos casamentos que representam alianças estratégicas, sendo até mesmo forjadas. Um dos mais turbulentos é o de Joffrey com Margaery Tyrrell. Da outra parte Daenerys se encontra fortalecida através das experiências pelas quais passou, limitando o seu círculo de confiança, contando com um grande exército e a ajuda mágica dos seus 3 dragões.

Um novo ponto inserido nesta obra é a exploração de pontos positivos e negativos que nos volumes precedentes não existiam, exemplificamos usando o corajoso Rei do Norte, que anteriormente jamais havia perdido uma batalha, neste volume encontra-se em risco de perder a coroa e até mesmo a vida por ter tomado decisões erradas. Ou a transformação de Robb que abandona o seu amigo mais fiel e protetor, porém surpreendendo todos no final com o casamento vermelho. Outra vertente é a mutação de personagens neutros como o Mindinho que passam a revelar um lado muito manipulador.

Todos esses elementos e muito outros tornam a obra interessantíssima e convém relembrar que tudo pode acontecer, e assim as tramas feitas e as revelações que podem vir à tona, teoricamente parecem ajudar a concluir os fatos, mas provavelmente  serão  apenas uma técnica para instigar o leitor e ao fim usar uma situação em potencial de forma descartável.